Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Infinitudes

Porque ser do contra, também ajuda na resolução dos problemas!

Infinitudes

Porque ser do contra, também ajuda na resolução dos problemas!

30.Mai.14

Verdade escondia

Estou farto de ver esta verdade da mentira tão escondida e com um rabão enorme de fora.
Qual verdade ou sinceridade?
Tendes sinceridade na vossa verdade ou verdade na vossa sinceridade?
Quão cínico é o vosso olhar, nos momentos das vossas verdades, que de algum modo até me deixam perplexo com a sinceridade das vossas expressões.
Tão fácil é-vos exprimires sinceramente, proferindo essas mensagem de apoio tocantes em corações moles, mas que não passam de inverdades porcas e inundadas em pudor de quem sempre rasou o sentimento de amizade mas nunca lhe consegui tocar. De resto, tocar-lhe seria como receber um choque voltaico com mais 10000 volts. Isso seria a vossa descompostura que deixaria a nu a vossa falsidade de quão genuínos sois.
A verdade, é que a vossa verdade não condiz com o olhar da vossa sinceridade, nem mesmo consigo encontrar um pouco elegância na forma, como sinceramente, faltais à vossa verdade.
Nos momentos dos vossos actos ou expressões é tão tocante a mentira na vossa verdade que, a hipocrisia do vosso abraço, dito sincero, com o espeto do ferrão de vespa me deixa ainda forte. O veneno letal que audazmente espetais com esse vosso ferrão sem farpelas, por forma a não deixares os vossos vestígios e de maneira que não fique a vossa marca para vos identificar, é sinal de fraqueza de alguém que possui uma robustez tão forte que cinicamente se desmarca das suas atitudes atrozes que têm tão somente intenção de abater a preza.
Cobardes, é um elogio para vós.
Fartei-me de estar rodeado de filhos da puta sinceros e fingidos, verdadeiros dissimulados em actos ou palavras com olhares profundos de hipocrisia a transparecer a franqueza da verdadeira sinceridade.
Humildade é palavra em falta no vosso vastíssimo dicionário de atrocidades.
Ainda um dia hei-de ouvir-vos rinchar como bestas no seu fim, como quem em milésimos de segundos pede absolvição pelas mentiras sinceras que proferiu nos olhares cínicos das inverdades reveladas, e nos atrozes actos de inimizades vindos dos choques voltaicos que recebias com a ideia de AMIZADE e que vos queimava por dentro.
Rinchar como besta será pouco para o atroz sofrimento que causaste a quem nem tão pouco existia para vós, mas que o vosso bem estar levou ao abate dessas vidas que… apenas viveriam na sincera verdade.